Oi,meninas. Desculpem pela sumida, mas agora, finalmente, estou com um tempinho livre. 
   Vocês tem acompanhado que as fashionistas têm ficado grávidas? É um babyboom fashionista. Não sou boa de fazer contas (oi, humanas), mas confesso que tenho ódio mortal quando as mulheres ficam grávidas e param de contar as coisas em meses. Tudo vira semanas!!!! Vocês tem que pensar nas pobres mortais que não sabem contar e ficam parando para analisar quantos meses a mãe está de gravidez,hahaha.
   Reclamações à parte, vamos conferir algumas inspirações e dicas para se vestir nesse período único? Não sou mãe, tampouco, tenho vontade de seguir nessa carreira (não agora), mas sempre penso que não serei daquelas mulheres que abandona todo lado fashion cultivado ao longo dos anos para ficar largadona. Já não sou largadona (normcore) atualmente, imagem quando (se) eu for mãe.

Dicas

  • Mostre o pescoço e o colo: durante a gravidez os seios aumentam (eu já tenho peito,hahaha, quero ver as pessoas me visualizando no street view)  e essa região costuma ficar linda. Abuse dos decotes em V que não sejam profundos (ninguém quer ver uma mãe biscate). Esse decote vai alongar e chamar a atenção das pessoas para essa parte do seu corpo. Aproveite para ousar nos penteados presos que além de deixarem a região do colo a mostra, te ajudam no calorão e nos dias mais inconvenientes como os de inchaço e enjoos. Coque no cabelo é bem vindo, penteados com franjas. Tudo que chame atenção para cima;


  • Abuse dos Acessórios:  Eles tem o poder de dar mil faces à mesma roupa. Aproveite para investir em brincos, pulseiras, colares, lenços e sapatos. Eles dão personalidade e multiplicam as possibilidades de looks. Mas cuidado com as bolsas. Não é interessante usar bolsa grande, pois seu corpo já tem um volume ali na barriga, usar uma bolsa grandona, só vai causar um visual mais poluído. Opte por bolsas médias e de alças grandes. Nesta fase, aposente as bolsas de alças transversais porque elas “aumentam” a região da barriga;


  • Vestidos: Seja para o trabalho, festas ou dia a dia, tenha sempre vestidos no seu armário. Como seus seios, normalmente, aumentam, então opte por vestidos cuja alça seja mais grossa;


  • Caftãs ou Túnicas: Outra boa saída e que valoriza demais uma gestante, são os caftãs. São bem soltinhos e ficam bem com um cinto fininho logo abaixo dos seios e até mesmo sem cinto. É uma maneira muito mais estilosa que o camisetão, não acham? Sem falar das batas;


  • Calça Saruel: Para quem curte, é uma calça que fica muito bem nas grávidas, além de proporcionar conforto. Escolha cores neutras e combine com sapatilhas. Outras opções bonitas e confortáveis são as leggings e os macacões. #Adoro.


  • Rasterinhas e Sapatilhas: Tenho uma cliente que não incha na gravidez. Ela usa todo tipo de sapato. Eu, ao contrário, já incho desde em um dia muito quente até quando estou para entrar naqueles dias (SundayBloddySunday). Aproveite que o mercado está repleto de modelos com apliques, pedrarias, spikes, lantejoulas, enfim, não faltam opções para looks casuais e chiques. Quanto às rasteirinhas, evite as gladiadoras no final da gestação pois os pés e pernas incham e o visual não fica bonito. Quando precisar usar salto, nada de salto agulha ou alto demais que além de não dar segurança, dão varizes. A não ser que você seja a Victória Beckham. Aposte sempre nos saltos mais grossos. Cuidado com os tombos;

   Vamos às fotografias!!!! Depois comento os itens a serem evitados.


















Evite


  • Não use roupas apertadas e nem largas demais: Encontre um equilíbrio. Uma boa saída é marcar a “cintura” (falo isso para grávidas e não grávidas e vou repetir o resto da vida) porque quando você usa tudo folgado demais, deixa silhueta mais redonda (essa dica vale para gordinhas). O ideal é escolher peças com um caimento que acompanhe a silhueta, sem grudar na pele, dando preferência para as malhas pois são tecidos que esticam. Os cintos fininhos são delicados e vão te deixar mais acinturada. Aposte em uma única peça justa e que tenha o final no quadril. Além de alongar o corpo, equilibra o visual, que pode ser um colete, um blazer ou uma jaqueta;


  • Não deixe de ser você: Você não tem que usar roupas que nunca usaria se não estivesse grávida. Procure opções de looks dentro do seu estilo. Lembre-se: você apenas engravidou, não deixou de ser quem é. Não está doente e nem uma mendiga. O mais importante é que você e as pessoas te reconheçam nas roupas que vai usar;


  • Compre roupas aos poucos: o corpo de grávida muda muito rápido, por isso, as compras devem ser feitas aos poucos. Além de tentar aproveitar peças do próprio guarda-roupa, a dica é continuar comprando nas lojas que você mais gosta. Dá para buscar por peças que funcionam nesse momento da vida sem perder o estilo próprio, mas eu aconselho que você compre pelo menos uma calça jeans largona ( aquelas que chamam de Mom Jeans) e, por favor, não dê uma de Phoebie, do Friends ao comprar uma calça de papai-noel.


  • Controle a obsessão de querer mostrar a barriga o tempo todo: Eu sei que a sua barriga é o seu grande orgulho e sei que é a única fase em que ter barriga é bonito, mas não exagere. Nem sempre será adequado expor a sua barriga. Depois, você tem que lembrar que pouquíssimas pessoas além de você, estão vivendo intensamente essa sua fase. Para o resto do planeta, a vida segue normal e assim como as pessoas precisam respeitar sua nova fase, você também precisa respeitar e se encaixar na realidade delas, que não mudou. Como já foi dito várias vezes: equilíbrio. Sem dar uma de B. on C e usar enchimento de barriga,rsrrsr.

Gostaram?
Beijos de salto, Rafa.





Deixe um comentário