Eu sempre quis ter uma jardineira, mas nunca tive. Meu namorado odeia quando eu uso macacão. Ele fala que é roupa de palhaço (porque é largo)...mas jardineira é muito fofinho; é delicadinho. Nunca tive uma, até eu encontrar uma na promoção na Havan, aqui em Cascavel. Claro que nunca as coisas são do meu tamanho. Tive de comprar um número maior e sempre tenho de mandar apertar para ficar certinho. Os tamanhos 38 sempre ficam muito "arrochados" em mim. Então, compensa comprar uma de tamanho maior e ajustar.
   De onde surgiu o nome jardineira? No início, a jardineira servia para a proteção de certos trabalhos pesados (não só para jardinagem), por isso é feita de um tecido mais grosso como o jeans, cobrindo tórax e o abdome. O que fica evidente na jardineira é a presença dos suspensórios.
   Atualmente, elas estão com pegadas urbanas, mas bem mais estilosas! As jardineiras vão com as barras dobradas em conjunto com sapatos pesados, como ankle boots e creepers. Eu não curto usar jardineira no inverno; por isso, prefiro produções de verão com sandálias (baixas) delicadinhas, tênis, espadrilhas ou slipperes.
   Gosto muito de combinar com blusinhas floridas, camisetas listradas (bem clichêzão), top cropped florido..enfim, roupas delicadas. E aí, topam um flashback dos anos 90?

  









óculos: ray ban; jardineira: havan; bolsa: arezzo; top cropped: okvestir






 Gostaram? Fica a dica!!
Beijos de salto, Rafa.


Deixe um comentário