Quando eu contei, recentemente, que fui comprar um maiô, meus amigos ficaram horrorizados. Teve um que chegou a falar: Rafa, você já está precisando usar maiô? Tá nesse nível? Pois é, as pessoas tem a falsa ideia de que maiô é coisa de vovó ou quando você está extremamente acima do peso e quer esconder, mas diante do avanço da moda praia, o maiô tem ganhado mais espaço e conquistado muitas mulheres.
   Atualmente o maiô tem sido a primeira opção para um look para a praia ou para a piscina, pois os modelos foram reformulados e agora eles são feitos com novos tecidos e estampas, mas também com mais decotes, garantindo a mesma sensualidade de um biquíni. Inclusive, a sofisticação de algumas peças permite que elas sejam usadas em outros ambientes, além da praia.

















   As cores são características muito presentes na moda praia e certamente, as estações mais quentes nos remetem a peças coloridas. A cor pode fazer toda diferença, pois pode ressaltar as olheiras ou até mesmo destacar pontos que você desejar disfarçar. Enquanto, a escolha certa da cor pode ressaltar o bronzeado e como acrescenta Érica: “A cor certa do maiô pode até deixar a aparência mais coradinha, com aquela ‘corzinha do verão’ que a gente procura”.
  Tomem cuidado com o tom de cabelo, também. Fui provar um maiô em tom terroso e ficou brigando com o ombré do meu cabelo (que é cobre).


   As estampas podem ser usadas como truques para realçar ou disfarçar proporções do corpo, como indica Érica: “Aqui vale pensar na proporção da estampa em relação à estrutura óssea e estatura da pessoa”. “Ao contrário daquela história de que estampa pequena emagrece e estampa grande engorda, a estampa no tamanho certo cria um resultado harmonioso – ou seja, gente pequena fica mais harmoniosa com estampa pequena e gente maior fica melhor com estampa maior”, acrescenta Érica.


   Assim como nos vestidos, a cor preta é vista como um grande coringa na escolha de uma peça, para não correr o risco de errar. Porém, Érica alerta: “Ao contrário do que a maioria das pessoas acredita, o preto não favorece todo mundo”. De acordo com a consultora, a pessoa que fica bem usando a cor preta, ao optar pela cor pode transmitir uma ideia de imponência e autoridade. Mas ao mesmo tempo, em alguns casos a cor pode ficar sobrecarregada e criar um ar triste e melancólico.


   Este modelo é sem duvidas um dos maiôs que mais proporcionam sensualidade devido à quantidade de pele que ele deixa a mostra. O modelo também pode ser uma opção para quem não quer usar um biquíni, mas também não quer um maiô muito fechado. O modelo proporciona uma ideia de cintura mais afinada, sendo uma boa alternativa para quem tem esta região do corpo não tão acentuada. Érica ressalta a importância do protetor solar ao optar este modelo, caso a intenção não seja deixar a marca tão evidente.


   Este decote é ótimo para quem que evidenciar a região do colo e os braços. Como a consultora indica, o tomara que caia harmoniza melhor em mulheres de seios pequenos, e as mulheres baixas também podem apostar neste modelo como um recurso para alongar a silhueta. Outra vantagem do decote é evitar as marquinhas do bronzeado que podem conflitar com alguns modelos de blusas.


   A maioria dos maiôs vintage, são inspirados nos anos 50, como ensina a consultora Érica, e estes modelos remetem a um estilo mais doce e também são mais fechados, deixando uma quantidade menor de pele exposta. Alguns dos modelos tem a costura e estrutura diferenciada no bojo, o que pode ser uma vantagem para quem tem seios maiores, devido à sustentação que o modelo proporciona. Estas peças sem dúvidas são para mulheres que possuem um estilo mais criativo e não tem medo de ousar. Eu já mandei fazer o meu biquini vintage :)


   O maxi decote é uma forma para compensar as partes do corpo que são escondidas pelo maiô. Para optar por este modelo é interessante que você se sinta segura com seu corpo, principalmente na região dos seios e colo. Ótima opção para quem não tem quase nada de busto e uma boa alternativa para o “engana-mamãe”, orienta Érica, devido à sensualidade que o decote proporciona. A consultora também indica que a sensualidade da peça pode variar de acordo com o tamanho do busto e da fenda.


Qual o melhor maiô para o meu shape?

   O modelo correto de uma peça de roupa, assim como da roupa de praia, pode valorizar alguns pontos do corpo feminino, mas também disfarçar outros. A consultora Érica dá dicas para escolher o modelo mais indicado para seu corpo: “Os maiôs tomara-que-caia e com fenda são ótimos para quem tem pouco busto, independente de ser retangular ou triangular”.
   Sobre um dos modelos mais sensuais de maiô, o “engana-mamãe”, a consultora acrescenta que eles são mais indicados para quem quer valorizar a cintura e tem o corpo retangular, pois ele afina esta região do corpo.
   Para quem quer disfarçar o busto grande, é indicado investir em uma peça que tenha as alças mais largas, o que proporciona maior sustentação para os seios, e irão garantir seu conforto e segurança na praia.
   Um jogo de equilíbrio também pode ser feito usando estampas e modelos específicos, como para disfarçar quadris largos, por exemplo. Érica aconselha: “Para compensar quadris largos, vale investir em modelos do tipo tomara-que-caia, um ombro só e também em peças com estampas e outros detalhes que desviem a atenção para a altura do busto”.

Fonte: M. de Mulher

beijos de salto,
Rafa.


Deixe um comentário